(11) 5067-3080 | comercial@wamclog.com.br

5 cuidados em relação à movimentação de cargas que você deve ficar de olho

Boa parte das perdas e do desperdício no setor de transporte de cargas (isto é, o deslocamento da carga de um lugar ao outro em caminhões, trens, navios, aviões e outros modais) acontece durante a movimentação no embarque e o desembarque.

movimentação de cargas consiste nos processos realizados dentro de armazéns e depósitos antes que a carga seja levada de um lugar ao outro e exige cuidados especiais.  A manipulação incorreta pode causar muitos prejuízos para a empresa, inviabilizando o negócio.

Sabendo que todo processo que pode causar prejuízo é também um processo que, se otimizado, pode aumentar a produtividade de uma empresa, listamos cinco cuidados essenciais que você deve ter durante a movimentação de cargas. Confira!

1. Quanto à limpeza

É muito provável que, ao imaginar um armazém, você pense em um ambiente bem sujo e com equipamentos de movimentação em condições precárias. Se é verdade que muitas vezes a sujeira se torna inevitável  é também essencial que se faça uma boa limpeza antes de cada novo uso do local.

Aparelhos sujos podem causar deslizamento de caixas e peças, escorregões e acidentes entre os operadores, ocasionando paradas inesperadas em linhas inteiras.

Para evitar imprevistos e acidentes, além de melhorar sua produtividade, assegure-se de que os equipamentos utilizados para a movimentação de carga estejam sempre limpos antes de iniciar os trabalhos.

2. Em relação à capacidade

Todo veículo ou aparelho de movimentação de cargas (guindastes, gruas, esteiras, carrinhos, elevadores, entre outros) exibe uma capacidade pré-determinada de quanto peso e volume de carga pode suportar.

Caso  a capacidade de carga  seja excedida, o risco de acidentes aumentam consideravelmente entre os operadores, além de ocasionar um desgaste mais rápido dos equipamentos, aumentando as despesas pesadas de manutenção.

Para evitar esses problemas, é essencial que todos os operadores desses equipamentos estejam cientes dos riscos e que, sempre que for possível, trabalhem com um volume de carga um pouco abaixo do limite nominal do aparelho.

3. Quanto à tecnologia

Para ser realmente efetiva, o procedimento de movimentação de cargas deve possuir equipamentos atuais. Por esse motivo, é importante renovar os aparelhos com frequência, acompanhando o desenvolvimento tecnológico do mercado.

A busca de novas tecnologias e equipamentos ajudam a otimizar o tempo de operação, evita despesas elevadas com manutenção em equipamentos obsoletos.

4. No que se refere à organização

Como toda atividade logística, a movimentação de cargas exige ótimo planejamento e deve ser executada da forma mais eficiente possível para não comprometer o processo de transporte e armazenamento como um todo.

Para isso, é importante manter as tarefas e os processos de movimentação sempre organizados e estabelecer uma sequência lógica e padronizar os procedimentos.

Além disso, dada a alta rotatividade do setor, é válido treinar os operadores periodicamente, manter cronogramas e tempos de movimentação ideais para toda a cadeia logística. Ao adotar essas medidas, você será mais capaz de prever os tempos de embarque, desembarque e movimentação de cargas dentro dos armazéns.

5. Quanto à adequação

Se você quer evitar prejuízos ou acidentes, evite os famosos “jeitinhos”: Utilizar equipamentos que não sejam ideais, saltar etapas ao movimentar uma carga ou incluir produtos de lotes distintos de maneira conjunta, inviabilizam o sucesso operativo.

Qualquer improviso em um processo logístico tão importante como a movimentação de cargas termina, cedo ou tarde, afetando a produtividade ou a qualidade do serviço. Isso aumentará os gastos para sua realização.

Gostou das nossas dicas sobre os cuidados ao realizar a movimentação de cargas? Entenda também como funciona um agenciamento de carga.

escort mersin

- escort eskişehir

escort mersin

- escort eskişehir