(11) 5067-3080 | comercial@wamclog.com.br

Conheça os tipos de seguro de transporte de carga e as coberturas disponíveis

O transporte de carga é uma atividade muito delicada e perigosa. Por isso, é essencial contratar seguros que cubram os traslados feitos com carregamento. Assim, a empresa transportadora pode ficar mais tranquila quanto à segurança da encomenda, imprevistos e sinistros.

Mas você conhece os tipos de seguro e as coberturas disponíveis?

Neste texto, explicamos tudo que você precisa saber: função, modalidades, coberturas e como contratar. Acompanhe!

Entenda a função do seguro de transporte de carga

O seguro de transporte de carga é um serviço cuja finalidade é cobrir qualquer tipo de dano ou prejuízo causado à carga, independentemente da eventualidade ter acontecido com o proprietário, o vendedor ou até o cliente. Além disso, a contratação do seguro de carga é obrigatória por lei.

O risco de roubo é uma ameaça clara para o setor, podendo haver o desaparecimento ou não do veículo junto com a mercadoria roubada. A denominação dada, nesse caso, é desvio de carga. Além disso, existe também o risco de acidentes envolvendo o meio de transporte que, na maioria dos casos, danifica ou até mesmo destrói a carga.

Veja quais são os tipos de seguro

Basicamente, esse seguro cobre danos e prejuízos causados à carga transportada por vias aérea, terrestre (rodoviária e ferroviária) e sobre a água (lagoas, mar e rios).

As apólices são contratadas para dois tipos distintos de seguro de transportes nacional e internacional.

Transporte de cargas nacional

A contratação do seguro da carga a ser transportada no território nacional pode ser feita em apólices avulsas – uma para cada viagem – ou por apólice “aberta”. Esta última é utilizada quando são várias viagens, que são comunicadas uma a uma, por averbação, à apólice.

cobertura para a circulação doméstica de cargas garante danos e prejuízos causados à mercadoria durante o transporte em quaisquer vias, sejam terrestres, aéreas ou sobre a água, em caso de acidente com o veículo, provocado por colisão, capotagem, abalroamento, tombamento, incêndio ou explosão.

Transporte de cargas internacional

É a modalidade utilizada para as operações de comércio exterior. O contrato deve ser feito de acordo com o risco da viagem e a condição de venda e/ou compra envolvida na negociação.

Os proprietários das mercadorias costumam contratar um seguro multimodal ou intermodal para se garantirem contra riscos que podem ocorrer em todos os meios de transporte que forem utilizados para o transporte da carga, durante todo o percurso, desde a origem ao destino final. A responsabilidade pelo seguro será definida de acordo com o tipo de contrato de compra e venda firmado.

Além da indenização para eventuais perdas e danos à mercadoria transportada, esse tipo de seguro cobre impostos, frete, lucros esperados e despesas diversas.

Responsabilidade Civil e DPVAT

seguro de responsabilidade civil é obrigatório para o transportador a fim de cobrir operações de transporte de carga por terra, ar ou água. Garante cobertura em casos de danos provocados a terceiros, envolvendo acidentes que podem acontecer por culpa do motorista. Não cobre roubos nem danos provocados por embalagens erradas ou acondicionamento indevido, tampouco riscos com quedas de raio ou de barreiras.

O DPVAT pode ser contratado pelo comprador ou pelo transportador, mas deve ser analisado com cuidado, pois há diversos riscos que não são cobertos. Sempre que acontecem roubos ou acidentes, no entanto, há indenização.

Saiba qual é a forma de contratação

A empresa deve contratar o seguro escolhendo o melhor plano para seu perfil, já que há muitas possibilidades disponíveis. Recomenda-se que a transportadora adquira aquele plano considerado mais conveniente às suas necessidades em relação à frota de veículos, à natureza da carga, ao tipo de percurso e à atividade desempenhada.

Para comunicar à seguradora que já foi realizado o embarque da carga, deve ser usado o documento de averbação. Já a apólice de seguro, por sua vez, é o documento que fornece o suporte que a empresa necessita contra qualquer dano que sua carga venha a sofrer –  roubos, furtos, acidentes envolvendo o carregamento ou o caminhão e outras coisas.

Veja os tipos de cobertura

Os seguros de transporte de carga apresentam mais de 40 tipos de cobertura que são divididos em dois grandes grupos: básicos e adicionais.

Cobertura básica ampla A: com esta proteção, o segurado – no caso, o proprietário da carga – tem a garantia de ser indenizado dos prejuízos que tiver com a carga transportada e garante o segurado contra todos os riscos a que as mercadorias estão expostas, como colisão, capotamento, tombamento, incêndio, explosão, extravio de volumes inteiros, desaparecimento total do carregamento e roubo praticado à mão armada, com comprovação de inquérito policial.

A cobertura restrita B:  oferece uma garantia de prejuízo parcial e perda total de mercadoria decorrentes de acidente com o veículo transportador (avião, navio, caminhão, etc.) e pode ter a cobertura de roubo adicionada.

A cobertura restrita C: A cobertura é praticamente a mesma da anterior, com exceção dos riscos de roubo ou desaparecimento da carga, além de avarias particulares.

Coberturas adicionais

As coberturas adicionais podem ser contratadas para suprir o que as básicas não cobrem. Entre elas, é possível destacar as coberturas para despesas, fretes, lucros esperados, tributos, riscos de greve, desvio de rota, destruição e roubo.

Mais que uma imposição legal, o seguro de transporte de cargas é uma proteção ao capital da empresa e imprescindível para minimizar os danos e os riscos a que caminhoneiros, caminhões e cargas estão expostos, garantindo uma maior tranquilidade nos negócios da cadeia logística.

Agora que você conhece melhor os tipos de seguro para transporte de carga, compartilhe sua opinião sobre esse serviço com a gente e deixe um comentário no blog.

escort mersin

- escort eskişehir

escort mersin

- escort eskişehir